De repente, 15!

de_repente_15É hora de viajar no tempo!
Na semana passada eu li um livro fofo chamado ‘Meus 15 anos’, de uma autora fofa chamada Luiza Trigo.
Terminei de ler por volta de 23h30 e, chorando copiosamente, enviei uma mensagem de texto para a Luly (maneira carinhosa como seus fãs-leitores a chamam) apenas para deixar registrado o quão boa tinha sido a minha viagem de volta aos 15 anos.
De repente me vi no pátio do colégio. Lembrei do cara gato do terceiro ano e do amigo de sala nerd, lembrei das garotas nojentas, lembrei dos professores, lembrei das melhores amigas, lembrei das aulas de educação física, lembrei dos intervalos… ah, quantas lembranças!
Eu não tive festa de quinze anos, já achava muito cafona naquela época e nunca foi um sonho para mim.
Lembro que no dia teve bolo de chocolate para o parabéns e eu ganhei meu primeiro buquê de rosas de um tio, marcando a tal passagem de menina para mulher. Uma tia minha escreveu uma carta (que eu guardo até hoje) sobre como se sentia orgulhosa de ter uma sobrinha tão linda como eu! (Rá! Me sentindo!)
Com 15 anos eu tive meu primeiro namorado. Com 15 anos eu tinha, sei lá, entre 8 e 10 melhores amigas. Com 15 anos a maior aventura nossa era tentar entrar em boates para maiores de 18 anos, sempre super produzidas e com um pai a tiracolo para o caso de o plano dar errado e terminarmos a noite em casa comendo pizza. Com 15 anos a gente combinava de viajar em bando e era sempre uma farra. Com 15 anos eu gastava toda a minha mesada comprando roupas de marca (naquela época era ‘roupa de marca’, hoje é ‘roupa de grife’). Com 15 anos eu comprava revistas da minha banda favorita e chorava quando descobria alguma semelhança entre mim e o baterista (como gostar de brincar de Lego, por exemplo). Com 15 anos a gente segurava o riso para nossos pais não perceberem que estávamos alegrinhas por causa de uma bebida chamada gummy que serviam nas festinhas da turma.
Ah, quantas coisas boas vivemos com 15 anos!
E todas as coisas que eu imaginava que iriam acontecer quando eu tivesse 30 anos? Poderia certamente falar para mim mesma: Sabe de nada, inocente!
Foi muito bom ter 15 anos e é muito bom relembrar essa época com saudade e um sorriso no rosto.
E você? O que você lembra de mais especial dos seus 15 anos?

15 anos 30 anos
Banda Hanson O Teatro Mágico
Filme Titanic E se fosse verdade
Ator gato Leo Dicaprio Channing Tatum
Carnaval em… Rio das Ostras Arraial do Cabo
Namorado Victor Hugo Forever alone
Roupas Zoomp Hering
Comida Mc Donald´s Japonesa
Livro Depois daquela viagem Harry Potter
Balada Boates Barzinhos
Amigas Taty e Mary Taty e Mary
Primos Gabi e Leandro Chegou Luiza
Afilhados Gabi Gabi e Gustavo
Faculdade Queria publicidade Fiz marketing
Peso 48kg 55kg
Viagem inesquecível Porto Seguro As próximas
Atividade física Lambaeróbica Ballet/pilates
Teatro Confissões de adolescente Paulo Gustavo
Cor Azul Azul
Tamanho do pé 34 35
Um sonho Intercâmbio Morar fora

Crédito da foto para Melina Souza, do blog Serendipity.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s